4 loucuras de noivas que são totalmente aceitáveis

noiva-chorando-min1

Por mais centrada e calma que seja, toda noiva sai do sério em algum momento entre o tão sonhado pedido até o dia do casamento.

Por mais centrada e calma que seja, toda noiva sai do sério em algum momento entre o tão sonhado pedido até o dia do casamento.

Não precisa engatar uma crise de histeria atrás da outra, mas alguns problemas com os preparativos da cerimônia e da festa te dão o direito de “surtar” por alguns minutos. Sinta-se no direito de fazer “a louca” nas situações abaixo – e saiba como contorná-las:

Suas madrinhas não se envolvem com os preparativos

Elas deveriam estar presentes na degustações e visitas a fornecedores, organizando o chá de panela, a despedida de solteira e dando palpites no seu vestido. Mas, em vez disso, nem perguntam como está a organização da festa.

Como manter a calma: Converse com as meninas sobre como é importante para você ter a participação delas no planejamento. Comece delegando pequenas coisas ou convidando-as para ir com você em alguma reunião.

A previsão do tempo não é favorável

A mãe natureza não está colaborando com o seu casamento ao ar livre e a previsão é de chuva torrencial no seu grande dia.

Como manter a calma: Capriche no plano B. Certifique-se com os fornecedores que os convidados ficaram bem acomodados e que tudo vai funcionar divinamente na parte coberta do evento.

Seu penteado não está ficando do jeito que você imaginou

Você queria algo suave e romântico, mas, de alguma maneira, está ficando com mais cachos que aShirley Temple. Suas madrinhas dizem que você está linda no teste de penteado, mas está difícil de acreditar.

Como manter a calma: Volte para o começo. Pegue suas referências iniciais de cabelo e sente com o cabeleireiro para mostrar o caminho que você quer seguir.

Sua mãe quer fazer ajustes na lista de convidados

Ela continua insistindo em aumentar a lista com pessoas que você nunca ouviu falar.

Como manter a calma: Explique para sua mãe que você e seu noivo querem estar rodeados de pessoas queridas – e conhecidas – no casamento, e que o número de convidados é restrito.

Fonte: Casar.com